Entrevistas a Guilherme da Luz


“Dedicado a todo o ser humano que se cria a si próprio a todo o momento,
Por isso vive, partilha e celebra uma eterna sensação de êxtase.”


Guilherme Reis, Prefácio do CD Êxtase.


Liberdade, alegria, prazer. Palavras chave aparentemente alienígenas a um mestre de Kung Fu. “Aparentemente”, porque, na verdade, parecem exprimir aspectos da sua mais profunda busca pelo sentido de tudo. Uma busca que se quedou numa vivência indizível do que alguns já traduziram por “Amor”, “Transcendência” ou “Plenitude”. É essa vivência, uma certa compreensão dessa vivência, e a visão de como as artes marciais podem ser um caminho para a liberdade em consciência, que traz e que o trazem para as suas duas escolas de Kung Fu.
(Pedro Fonseca)


Excertos de entrevistas
feitas a Guilherme da Luz, mestre e percussor do Kung Fu To'a Flor de Lótus. Os parágrafos em itálico, assim como o texto entre [] são da responsabilidade de Pedro Fonseca. As entrevistas deverão ser postas há disposição de todos dentro em breve, na íntegra. Até lá vão vendo os excertos e mandem perguntas e sugestões. Todas serão bem vindas!! Não há qualquer ordem pela qual os excertos tenham de ser lidos! Boas leituras!! p.

Excertos


A função do Kung Fu nos nossos dias
Competição e Cooperação - Dar-se Bem
Os símbolos do Kung Fu To'a
Integridade: Interior, Exterior, e Amor
As Sete Fases
A Sétima Fase
A existência do Mal
Génese do Kung Fu To'a no Irão
As origens do Kung Fu na China: Budismo, Taoismo e Confucionismo
A existência do Mal... parte 2
O conhecimento q.b.