O Sonho

És a minha Princesa,

Vens a mim com o luar,
Respiras como a lua
Numa noite deserta.

Procuro-te, nesta praia sem fim
Nesta praia sem fim...

Hoje vi-te,
Estavas poisada sobre o Mar
Resplandecente.

Vesti-te sobre os ombros
Sob a pele
E irradiavas pelos meus olhos
Pelo meu sorriso,
Esse Amor que só tu tens.

E ofereci-te às pessoas,
Sob a capa da minha pessoa;
Estavas lá, presente,
Ausente, num misto de amargura e amor.

Vem, voa até mim e dá-me as mãos,
E tudo, tudo...
Tudo... é possível.
Estás aqui, dentro de mim,
E o teu olhar,
Com o meu,
Tocam o horizonte
Para lá do sol que dele se desprende.

Voamos,
Em sonhos perfeitos de amor

O pleno equilíbrio,
A plena saudade
Realizada nestes dois corpos
Que estão juntos à distância
Ligados por um longo amor
Um amor de alma
Um desejo de reunião.

Uma palavra: casa: chegámos ao nosso lar
Um lar feito não de paredes
Mas de liberdade.

Uma casa não da solidez das paredes
Mas do reencontro do eu,
Consigo próprio,
Num mundo de amor e paz...